a tal da gratidão


É tão louco chegar a conclusão que eu cheguei hoje...E coincidentemente ou não, ao mesmo tempo que completei 25 anos, 1 quarto de século. Eu sei que não é nada, mas quando criança a gente imagina que vai chegar nos 25 com "tudo encaminhado": casada com o amor da sua vida, ou pelo menos noiva, com uma carreira de sucesso e quem sabe até filhos...Mas é maravilhoso como nada disso acontece e como a gente nem quer mais isso, afinal a gente muda o tempo todo. Os sonhos que eu tive há 10 anos atrás não são mais os sonhos que eu tenho hoje e provavelmente não vão se os mesmo daqui 10 anos, talvez um ou outro tenha ficado, mas a gente muda, e é por isso que temos mesmo que nos conhecer cada vez mais, todos os dias!

A gente vai fazendo escolhas, pegando caminhos, escolhendo faculdades, cursos, dedicando tempo a algumas coisas e deixando outras de lado...E tem uma coisa que a gente faz muito, o tempo todo: a gente se arrepende...se arrepende de ter escolhido aquele caminho e não outro, feito aquela faculdade e não outra, não ter feito aquele intercâmbio, não ter dedicado tempo a coisas que hoje você sabe que tem mais a ver com você...Pois é, a gente ama se arrepender de tudo o tempo todo e tenho a impressão que a maior culpada de tudo isso é a ansiedade. Ansiedade de chegar aonde sonhamos pra ontem, mas esquecemos de olhar pro lado e até pra dentro nesse caminho.

E você sabe qual foi a conclusão louca que eu cheguei hoje? Quando eu digo hoje é sabendo que não foi do dia pra noite, foi e está sendo um processo muito longo. Aos pouquinhos vai caindo a ficha e sei que quanto mais eu estiver conectada comigo mesma, mais eu me autoconhecer, mais clara e incrível essa jornada vai ser. Hoje eu descobri que sou muito grata por todas as escolhas, caminhos, decisões, até pela faculdade que eu fiz. Eu fiz Direito, larguei mão do cinema, abandonei o teatro e a ideia de ser atriz, abandonei a ideia de morar fora, descobri a música na minha vida, voltei a me interessar por Cinema, fiz curso de crítica, fiz curso de montagem, decidi abrir um blog, decidi entrar de cabeça na música, decidi abrir um canal, decidi dar mais uma chance pra minha atriz, me arrependi muito de não ter feito outra faculdade, de não ter trocado de curso, de ter abandonado as coisas que abandonei, "perdido" tempo com coisas que não eram "eu"...

Mas só agora eu consigo enxergar: o tempo todo eu estava no caminho certo, tomando as decisões certas, provavelmente fazendo tudinho como eu imaginei antes de chegar na terra, passando por todos os desafios que escolhi...Se eu não tivesse deixado de lado minha atriz, por exemplo, talvez hoje não estaria me encontrando tanto nela. Hoje eu sei que, definitivamente, não estava pronta e tudo bem.

TUDO ISSO, TUDO MESMO me trouxe até aqui...

A verdade é que não estou casada, noiva, com filhos e longe de ser a adulta que eu imaginei lá atrás: bem-sucedida em uma carreira que eu amo. Não, longe disso! Inclusive, diria que até "ontem" não tinha certeza nem de qual carreira eu quero pra mim. E talvez ainda nem saiba...Só sei o que não quero e sei de várias coisas que quero. Confuso, né? Mas por quê o ser humano que é tão plural tem que escolher uma única coisa pra fazer pro resto da vida? Essa certeza eu tenho: quero fazer, experimentar, concretizar várias coisas.

Todo dia me encontro mais um pouquinho, tento ser menos ansiosa, esquecer a pressão do lado de fora e olhar pra dentro, aproveitar o agora, sem pensar no amanhã, e todo dia me vejo mais grata por tudo que um dia lamentei. Não é louco você simplesmente perceber que não adianta se "pré ocupar" de nenhum sentimento ruim, que basta viver o agora e confiar o amanhã ao universo, Deus ou como quiser chamar...

É isso, é louco não estar nem perto de realizar todos os seus sonhos, mas se sentir extremamente feliz e realizado em saber que você está no caminho certo, sabe? Sem precisar saber onde ele vai dar, apenas se importando com a evolução até lá. Tenho certeza que mesmo depois de tomar várias decisões que você julgou como erradas, se vê hoje mais próximo dos seus objetivos do que há 1 ano atrás, por exemplo. Talvez você não enxergue hoje, mas uma hora essa verdade te pega de surpresa...

Acho que essa é a tal da gratidão que todo mundo fala por aí...


ABOUT ME

Goiana de 25 anos, mas carioca de coração. Amo cantar, moda, cinema e viagens. Sempre buscando levar a vida de forma leve e saudável!

SOCIAL:
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon
POSTS RECENTES:

© 2106 Gabriela Lobo

Site por Bee Design

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon