popcorn lovers | golden series


A ideia inicial era fazer um post com as séries que eu comecei a assistir em 2015 e que eu amo! Comecei a escrever e a número 1 era "How to get Away with Murder", foi aí que eu parei tudo e resolvi mudar o post!

A verdade é que 70% de vocês com certeza já estão assistindo essas séries e os outro 30% já estão cansados de ouvir falar sobre elas, né?!

Então fui catar as séries do Globo de Ouro desse ano. Escolhi algumas das séries indicadas que me interessaram e que não são tão conhecidas no Brasil.

Domingo, nesse friozinho delícia, nada melhor do que começar uma série muito bem acompanhada. Então, vamo lá:

1. Master Of None

Master of None não ganhou nenhum Globo de Ouro, mas Azis Ansari foi indicado a melhor ator em uma série de musical ou comédia. E a verdade é que estava todo mundo falando dela e eu já estava com vontade de assistir.

Azis interpreta Dev, um indiano otimista e bem-humorado de 30 anos que mora em NY há muitos anos e que tenta o sucesso na carreira de ator.

O legal é que apesar de ser uma comédia, a série trata de temas sérios como discriminação e racismo, mas sempre de forma leve e respeitosa. E quando estava pesquisando sobre a série ainda descobri que o Azis, além de ser o protagonista, assina os roteiros e, em alguns episódios, a direção. Quer mais um motivo pra assistir? Os atores que interpretam os pais de Azis na série são os pais dele na vida real! Não é fofo!?

Comecei a assistir e super indico! Estava órfã de série de comédia há muito tempo, acho que encontrei a minha <3

A série é exibida no Netflix.

2. Mozart In The Jungle

A série foi a surpresa da noite do Globo de Ouro. Levou melhor série de musical ou comédia e o Gael García Bernal foi o melhor ator em uma série de musical ou comédia

A série é uma comédia dramática que conta o que acontece por trás das cortinas de uma orquestra. Assisti aos primeiros capítulos e adorei, achei muito gostosa de assistir.

Gael interpreta Rodrigo, o novo maestro da Orquestra Sinfônica de Nova Iorque que quer promover grandes mudanças na Orquestra. E Lola Kirke é Hailey, uma oboísta que busca o sucesso na carreira.

Tá aí o trailer:

No Brasil a Net Now disponibilizou a primeira temporada da série para assinantes Claro Vídeo e também está no ar no canal Fox Life.

3. Mr. Robot

A Mr. Robot ganhou melhor série de drama, Christian Slater ganhou melhor ator coadjuvante em uma série e Rami Malek foi indicado para melhor ator em uma série de drama. Foi uma das grandes vencedoras da noite do Globo de Ouro e me deixou curiosa pra assistí-la!

Comecei a assistir para poder dar a minha opinião pra vocês. Elliot Alderson é um programador que trabalha de engenheiro de segurança virtual. O cara é bem piradinho e se sente como um tipo de hacker justiceiro. Logo no primeiro episódio ele é recrutado por um homem misterioso que se intitula de Mr. Robot para fazer parte de um grupo secreto de hackers que quer destruir a multinacional pela qual ele é pago para proteger.

Achei a narrativa bem interessante e criativa. é uma ótima opção de série pra quem curte esse tipo de trama misteriosa que envolve política e conflitos pessoais.

A série é exibida no Brasil no canal Space.

4. Making a Murderer

Essa série documental não estava no Globo de Ouro, mas não consegui deixar ela de fora da lista, vocês vão entender o por quê.

Depois de uma produção de 10 anos a Netflix lançou o Making a Murderer em dezembro de 2015 e a história é simplesmente revoltante. O protagonista da série se chama Steven Avery e quem faz o papel é o próprio, assim como o resto do elenco principal.

Steven Avery passou 18 anos preso acusado de um crime de estupro até que finalmente consegue provar sua inocência com um teste de DNA. Quando já estava solto e em vias de ganhar uma indenização do Estado foi preso DE NOVO, dessa vez suspeito de um homicídio. E a história ainda não tem um fim, Avery continua preso.

Eu acabei de assistir ao primeiro episódio e tô em choque...De verdade! É triste saber que essa história é real, ver que tem tanta gente má e corrupta no mundo. A gente vê nos filmes aquele vilão que tem como objetivo de vida destruir o outro e não acredita que isso possa existir. Mas a série prova isso num nível tão surreal...Só assistindo!

#series #popcornlovers

ABOUT ME

Goiana de 25 anos, mas carioca de coração. Amo cantar, moda, cinema e viagens. Sempre buscando levar a vida de forma leve e saudável!

SOCIAL:
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon
POSTS RECENTES:

© 2106 Gabriela Lobo

Site por Bee Design

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon